Reunião entre vereador e professores representantes das escolas convidadas a participar do Projeto. Foto da assessoria

Foi dada a largada para a segunda Legislatura Mirim de Primavera do Leste. O Projeto envolveu várias escolas no ano passado e culminou com a posse dos Vereadores Mirins de Primavera do Leste assumindo a Câmara Federal, no Programa Deputados Federais por um dia.

Na manhã dessa terça-feira (10/04), o presidente da Casa recepcionou os professores representantes das escolas convidadas a participar do Projeto. Felipe Nogueira falou da importância de trazer a juventude para a política e mostrar o verdadeiro papel do vereador, além de incentivar à participação de todos na vida da sociedade, mais diretamente através de cargos eletivos.

“Precisamos garantir o futuro do município e também nas esferas estadual e federal, através da formação de lideranças. Nossos jovens que hoje se envolvem no programa acabam se engajando mais à vida da sua escola, da sua rua e do seu bairro. Isso resulta, sem dúvida, num comprometimento maior dele com a sua cidade, isso é ser um político de verdade”, argumentou Felipe Nogueira, autor do Projeto.

Leia também:  Aos 69 anos, aposentado cursa nível superior na Unemat

No Plenarinho professores e coordenadores do Ensino Fundamental, mais especificamente do 6º ao 9º ano, representando parte das 24 Escolas convidadas, assistiram aos vídeos e receberam o material que serve de apoio ao desenvolvimento do Projeto nas Unidades Educacionais. Além disso, a Câmara de Vereadores colocou uma equipe técnica à disposição das Escolas para a apresentação do Projeto aos estudantes, mediante agendamento do Programa Itinerante.

A professora Neucilene Teodora, da EMEF Vila União, aproveitou e deixou agendada a visita do projeto para o próximo dia 18, quando vai reunir todos os alunos do 6º ao 9º ano para se inteirarem do Projeto. “Queremos que nossos alunos participem e tenham essa experiência singular. Nossa escola vai sim marcar presença no Câmara Mirim e, com certeza, nossos jovens vão ganhar com isso. Quem sabe sai de uma sala de aula dessas  um vereador, um prefeito ou um político representante nosso a nível de Estado”, disse a professora.

Leia também:  MPE denuncia estudante por homicídio triplamente qualificado e requer manutenção de prisão

A partir de agora escolas, estudantes, famílias e comunidades inteiras podem se engajar ao Projeto Câmara Mirim, que mobiliza a sociedade primaverense em busca de mais qualidade de vida à população e mais participação do cidadão nas coisas da cidade.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.