Regina Celi terá que ser sabatinada na Câmara Municipal para ser empossada no cargo - Foto:Varlei Cordova / AGORA MT

Os vereadores de Rondonópolis decidiram por unanimidade acionar a justiça caso seja publicada a nomeação da servidora de carreira, Regina Celi (PMDB), como diretora da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder), segundo o vereador e presidente da casa de leis do município a publicação da nomeação é uma grave afronta à lei orgânica municipal, “Fico imaginado se não há respeito com a lei orgânica do município, que é a maior de todas as leis que temos, o que não estão fazendo com as pequenas leis”, atacou Ananias Filho (PR).

O impedimento legal para a posse de Regina Celi está sendo baseado na lei aprovada em agosto de 2011, de autoria do vereador Mohamed Zaher (PSD), que obriga aos candidatos a assumir as diretorias executivas do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) e da Coder, terão que passar por uma sabatina na Câmara Municipal, para só depois da análise dos vereadores estarem aptos a ser nomeados.

Leia também:  Parlamentares debatem situação do esgoto em Rondonópolis

PROVIDÊNCIAS

Segundo as primeiras informações, o assessor jurídico da Câmara Municipal de Rondonópolis, Adalberto Lopes de Souza, já estaria de posse de documentos e de um realese jornalístico enviado aos meios de comunicação do município de Rondonópolis, informando que a servidora Regina Celi, será nomeada como a diretora executiva da Coder.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.