O líder do PT no Senado, senador Walter Pinheiro (BA), anunciou nesta segunda-feira que a bancada do partido vai começar a coleta de assinaturas para instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as relações do senador Demóstenes Torres (sem partido-GO) com o empresário Carlos Augusto Ramos, conhecido como Carlinhos Cachoeira.

Em seu site oficial, o senador argumenta que a criação de uma CPI é uma saída para apurar melhor os fatos, diante da negativa do Supremo Tribunal Federal (STF) em disponibilizar ao Conselho de Ética e à Corregedoria do Senado acesso aos autos do inquérito que investiga Demóstenes.

– Vamos instalar uma CPI, que é constitucionalmente a instância apta a receber essas informações que tramitam em segredo de Justiça – afirmou.

Leia também:  Vereador acompanha mutirão de recuperação no Parque Universitário

Walter Pinheiro disse que a abertura de uma CPI é consenso entre os 13 senadores do PT. Segundo ele, o trabalho do Senado não deve se limitar ao caso Demóstenes, devendo apurar de maneira mais ampla como operava a “rede de espionagem e chantagens” montada por Carlinhos Cachoeira.

– O Senado tem de esclarecer esses fatos, até porque é de interesse da instituição livrar-se da pecha de que é corporativista e seletiva em suas investigações – disse.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.