A Cruz Vermelha de Rondonópolis realizou neste domingo (22/04), no auditório da prefeitura, o treinamento para ingresso de mais 60 voluntários na instituição, na ocasião também foi confirmada a posição de filial da unidade e não mais núcleo.

A presidente da filial da Cruz Vermelha de Rondonópolis, Jovelina Marques (Jô), disse que está muito feliz com o título de filial e com os novos membros, pois percebe que são pessoas preocupadas em ajudar ao próximo, tendo em vista a participação no curso e o fato que boa parte são conselheiros, bombeiros e policiais que já estão envolvidas em questões humanitárias.

O major Alcides Domingues de Oliveira, vice-presidente da instituição, afirmou que os novos voluntários só têm a somar e fortalecer no trabalho que é realizado na cidade e agora a Cruz Vermelha conseguirá mais visibilidade, pois poderá aumentar as ações no município.

Leia também:  Motoristas terão inspeção veicular gratuita no Parque das Águas

A presidente estadual da Cruz Vermelha, Ester Bezerra da Silva Santos, disse que é um momento de muita satisfação ver o desenvolvimento da instituição no município e principalmente confirmar a posição de filial, o que dará mais autonomia para a unidade realizar os trabalhos na cidade e de forma mais intensa.

Ester afirmou que em 10 anos de membro da Cruz Vermelha, percebe que a sociedade tem se tornado mais humana e voluntária, mas que o Estado ainda é muito carente neste sentido. E perceber a disposição das pessoas de Rondonópolis em ingressar na instituição é muito positivo. A presidente estadual acrescentou que no trabalho de voluntariado o maior beneficiado não é a pessoa que foi ajudada, mas sim quem pode prestar socorro.

Leia também:  Gás tem reajuste de quase 13% e consumidor deve pagar R$ 95 em Rondonópolis

Durante o dia os novos voluntários receberam palestras sobre a história da Cruz Vermelha, noções de Direito Humanitário Internacional e atuação em situação de perigo. Um dos palestrantes, Manoel Theodoro, ressaltou que o objetivo da Cruz Vermelha é se preparar em tempo de paz para ajudar ao próximo em momentos de guerra, tragédia ou calamidade e trazer alento às vítimas.

Rondonópolis conta hoje com aproximadamente 140 voluntários. No Estado existem filiais em Cuiabá, Pontes e Lacerda, Cáceres e Lucas do Rio Verde, além do núcleo de Chapada dos Guimarães.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.