Quem era o Engenheiro Gino Rondon Silva

Por Edna Rondon*,

Somente hoje consigo reunir forças para falar aos leitores quem foi o engenheiro Gino Rondon Silva, meu filho amado, morto barbaramente aos 30 anos de idade, vítima da violência, da ganância de seres sem escrúpulos e principalmente sem Deus, sem luz, que viviam e viverão nas trevas.

Gino Rondon Silva foi e continuará sendo um ser de luz, soldado de Deus. Era Diácono da Igreja Sara Nossa Terra de Cuiabá-MT, aonde também era Levita ( que canta no louvor para adorar ao Senhor), e líder de jovens da sua igreja. Gino, “Gininho”, como o chamava a maioria dos que o conhecia e o amava, era filho amoroso, marido fiel e presente, irmão dedicado, amigo fiel e justo. Jovem trabalhador, empresário e empreendedor. Gino, com apenas 30 anos de idade e 3 anos de casado, era próspero, com muitos sonhos realizados e outros por realizar. Investia em ações e em imóveis, era empresário (tinha CNPJ – um dos seus projetos de vida) proprietário da Gráfica Rios, e havia lançado a primeira edição do jornal AVIVA MT, dedicado a levar matérias positivas de todas as áreas, ao povo de Deus, ao mundo Gospel de Mato Grosso. Mas o seu principal projeto de vida era ganhar vidas para Jesus e ajudar sua igreja a crescer. Como Diácono da Igreja Sara Nossa Terra, junto com sua esposa e em cada lugar onde passou sempre buscou levar a palavra de Deus às pessoas com quem convivia. Honesto, puro, às vezes até ingênuo, que se alegrava com as coisas mais simples da vida, tais como assistir filmes com a família, sentar no chão e comer junto com os funcionários, passar a noite assistindo “Xapolin Colorado”, ligar constantemente para suas irmãs ou mesmo para mim – sua mãe, para saber sobre as últimas travessuras dos sobrinhos e sobrinha que ele tanto amava. Ele se deliciava me ouvindo contar, em detalhes, sobre as peraltices de cada um. Para o Gininho , seu grande tesouro era a sua família  e o amor a Deus. Gino fazia questão de em todos os natais se reunir com a família e isso pode ser visto em vídeo no You Tube no seu último Natal com a família aonde ele fez questão de deixar sua mensagem de união, de valorização da família da importância do crescimento espiritual. Neste vídeo e num e-mail enviado ao seu pai, seu grande orgulho e modelo, ele disse : “A única coisa que levamos para a eternidade é a salvação em Cristo, pois nada do que temos levaremos para o céu, então não se preocupe em ajuntar tesouro na terra e sim com a sua salvação em Jesus…”. Gininho tinha como plano cuidar dos pais e dos sogros quando estes ficassem velhinhos. Ele sempre compartilhou seus projetos de vida com os amigos e comemorava suas evoluções como ser humano e como profissional (não tinha medo da inveja humana). Seu modo de vida era simples, organizado, planejado, focado no trabalho,  na família e na igreja. Sempre buscou fazer o melhor em sua profissão de Engenheiro Eletricista (ele me corrigia com muito carinho quando eu dizia Engenheiro “Elétrico” pois o correto é Eletricista mesmo). Ele estava sempre estudando, lia muito, fazia cursos on line, estava em sua segunda pós graduação, sempre em busca do aperfeiçoamento profissional e ministerial. Na igreja Sara Nossa Terra de Cuiabá (MT), além de Diácono era líder de células (grupos de evangelização de jovens) junto com sua esposa Erica.

Seu grande Manual de vida era a Bíblia, que a lia e estudava todos os dias. Gino tinha em sua agenda o horário de encontro diário com Deus, esse horário para ele era muito especial e que ele o fazia de joelhos. Gino tinha como hábito deixar uma cadeira (vazia) para Jesus sentar ao lado dele no trabalho. Era um bom soldado de Deus. Foi através do Gino que toda sua família se converteu ao evangelismo e conheceu verdadeiramente a Deus.

Leia também:  De borboleta e lagarta

Quem conheceu o Gino Rondon e sua família sabe o quanto ele era um rapaz do bem e de Deus, isso também pode ser comprovado pelos milhares de e-mails, de mensagens de conforto e apoios deixados em sites que noticiaram sua morte e em redes sociais. Todos que conviviam com o Engenheiro Gino Rondon sabem e podem atestar como era um rapaz sem vícios, que não bebia e nem fumava, muito menos era usuário de qualquer tipo de droga. E isso pode ser atestado por todas as pessoas íntegras que com ele conviviam, inclusive colegas de trabalho, amigos, Pastores, Bispo, que o viram crescer e dentro da Igreja Sara Nossa Terra.

INVERDADES

Por isso me causou estranheza que um site de Manaus publicou (e outros republicaram) inverdades sobre Gino dizendo terem sido ditas pelo assassino Anderson. Este site de noticias não se ateram à regra básica do jornalismo de “ouvir os dois lados” mesmo quando de um lado está o assassino, ladrão com passagens pela polícia, e de outro lado o engenheiro Gino Rondon, um rapaz íntegro, que morreu por defender a empresa em que trabalhava, e que embora não possa mais falar em palavras, tem quem fale por ele. Tanto eu como meu esposo somos jornalistas, e em nenhum momento nos furtamos em responder aos colegas que nos procuraram. Mesmo que essa inverdade tivesse realmente dita neste contexto pelo assassino o que se esperava do site é que ouvisse a família para saber quem era Gino Rondon e não fizesse essa acusação leviana sem se importar se agindo assim estaria jogando lama na imagem pura de Gino Rondon. Mas não conseguiu, pois todos que conheciam o Gino ou mesmo quem não o conhecia, mas conhece e entende o pensamento de assassinos e de psicopata como do que engendrou esse crime bárbaro, (para mim o pior de todos) que são pensamentos de inveja, de vontade de ser parecido com Gino, de ter a vida que ele tinha, sabe que poderiam realmente terem dito isso, e declararam sua indignação também em comentários e em sites de notícias.

Deus é mais!

Como disse a esposa do Gino ao proprietário da Selco (empresa em que meu filho trabalhava, que ligou para ela indignado com as inverdades do site, atestando que ele conhecia o caráter ilibado do Gino e estava indignado com esse comentário infeliz do jornalista que nem assinou a matéria) a minha nora respondeu: “ temos fé em Deus de que nada irá denegrir o nome do Gino, foram palavras ditas por uma pessoa fracassada e derrotada, (hoje sabemos que não foi esse o contexto) por uma pessoa tremendamente fria sem coração (como nos definiu uma jornalista que o entrevistou), que pensava com isso denegrir o nome de uma pessoa de Deus. Mas, Deus é mais!.

A Verdade

A verdade é que não há nada no inquérito que referende essa calúnia que foi divulgada injustamente nesse site, e não houve tais afirmações por parte do assassino confesso, Anderson. O que o assassino disse é que ele (Anderson) devia droga para uma gangue e, não o Gino como foi veiculado levianamente pelo site.

Esse esclarecimento é importante para nossa família, pois infelizmente meu filho não está mais entre nós para se defender. Mas sua família e seus amigos estão aqui cada vez mais unidos em Deus. Gininho está vivo em nossos corações e vivendo na eternidade ao lado de Cristo Jesus, seu melhor amigo.

Leia também:  Consumidor Digitalizado a nova experiência de consumo

Salvando vidas

O Gino era uma luz que Deus permitiu que vivesse nesta terra para fazer o bem. Em uma passagem de sua vida retrata bem isso. Há pelo menos uns 04 anos, quando o Gino fora nos visitar em Rondonópolis, nós o convidamos para nos acompanhar numa visita que iríamos fazer às suas irmãs em Campo Grande (MS). No começo o Gino relutou respondendo que “tinha que trabalhar” (quem o conheceu sabe como ele era focado no trabalho), mas decidiu por nos acompanhar. Em Campo Grande, nossa filha o convidou para ir a um aniversário infantil aonde ela iria com a família, e, para seu espanto, o Gino aceitou prontamente ao convite. Na residência aonde se realizava a festa havia uma piscina enfeitada com bexiga (balões de ar). Fazia frio em Campo Grande e os convidados, em sua maioria estavam dentro da casa, no entanto os irmãos ficaram conversando do lado de fora da casa. Certa hora o Gino perguntando aonde era o banheiro, a irmã indicou e o Gino foi para o lado invertido do caminho indicado, e ao passar perto da piscina percebeu que havia um movimento embaixo das bexigas e imediatamente pulou sem se importar com o tremendo frio que fazia, ou com objetos pessoais como celular e carteira que portava, e salvou uma criança de aproximadamente 04 aninhos que se debatia embaixo das bexigas, se afogando sem que ninguém a visse. Gino foi como anjo levado por Deus, de Rondonópolis para Campo Grande, para salvar aquela pequena vida. E temos certeza que continuará a salvar outras vidas para Deus, outras vidas com seu testemunho de vida dedicado a Deus. Gino continuará a sarar e salvar vidas. Pois levaremos seu exemplo de vida a todos os homens e mulheres de boa vontade. Só assim eu entendo o porquê desta morte violenta do meu amado filho. Para que ele seja um Símbolo da “Não Violência”. Pois sei que se a morte dele fosse natural, numa sociedade aonde ela já é banalizada, o mundo não se mostraria consternado com o nível da violência cometido com meu amado filho Gino e hoje não estariam discutindo nas mais diferentes esferas da sociedade sobre o assunto. Deus, em sua tremenda sabedoria, saberá me dizer um dia porquê levou meu filho e porquê tão cedo. Mas, quanto a violência eu já entendi meu Deus.`

Conforto

O que me conforta é saber que a Justiça existe, Deus está me dando forças para levar adiante a mensagem de paz, de amor e principalmente de JUSTIÇA que meu filho sempre pregara. Além de acreditar na justiça de Deus acredito hoje na justiça dos homens. E aqui quero agradecer e parabenizar publicamente, de coração, aos verdadeiros heróis que com seu dedicado trabalho permitiram que estes criminosos estejam hoje na cadeia para que lá paguem por seus crimes. Agradeço ao Delegado Titular da DERF de Manaus o Bel. Orlando Dário Góis do Amaral e a sua eficiente equipe de investigadores: Mauro Alves de Souza, Márcio Alves de Souza, Domingos Savio Passos Guimarães, Elias Bindá de Carvalho, Abner Ferreira De Miranda, José Alonso Balbi, Frank Rozi Rodrigues do Nascimento, Ado Evangelista Santos do Nascimento, André Silva da Costa e o motorista Policial Joaquim José dos Santos de Oliveira pela agilidade com que elucidaram este crime. Agradeço ainda aos amigos, conhecidos e desconhecidos que nos auxiliarem e nos confortaram neste momento de dor. Agradeço imensamente as autoridades e entidades civis, militares e religiosas, e aos representantes dos poderes constituídos federal e estadual e aos valorosos membros do Ministério Público de Manaus e Mato Grosso, pelo senso de justiça demonstrado, e pela esperança na justiça humana, que nos têm dado na condução deste Processo. Isso nos dá a certeza de que estamos certos em confiarmos também na justiça dos homens, embora muitos nos critiquem, por não “fazermos justiça com as próprias mãos”. A Justiça existe sim! E é isso o que espera não só a família, parentes, amigos e colegas do Engenheiro Gino Rondon Silva, mas toda a sociedade manauense, e a sociedade brasileira bem como a sociedade internacional que demonstrou seu apoio em manifestação individual estampada em uma camiseta de uma prima do Gino, que correu a Meia Maratona em Nova York dia 18 de março último, ao gritarem “Gino, Gino, Gino!!”, ao lerem o manifesto, e os e-mails que os pastores e Bispos da Igreja Sara Nossa Terra de Cuiabá receberam de Paris, Portugal e outros países. Conforta-me ainda ter a certeza de que Meu filho está em paz ao lado de Deus que ele sempre buscou, que Deus está ao nosso lado, nos fortalecendo e nos falando das mais diversas maneiras sobre seu amor, e mais conforto ainda é que eu tive a benção de gerar um ser humano de luz como Gino Rondon Silva.

Leia também:  Criança de 5 anos morre afogada em piscina de casa em Cuiabá

Pedido final

Os assassinos tiraram a vida carnal de meu amado filho, mas não tiraram o seu sorriso. Não encerraram a sua missão de levar a mensagem do amor de Deus aos homens e mulheres de boa vontade. Ela está mais forte ainda, pois encontrou ecos nessa tragédia. Faço, portanto, um apelo a VOCÊ que está lendo este desabafo e sofrendo com esta mãe e com toda a família de nosso amado Gino Rondon Silva, nosso “Gininho”, nosso orgulho. Para que entre nesta Corrente do Bem, do NÃO À VIOLENCIA!. Que dê uma basta à violência, que tenha ATITUDE contra a violência de cada dia, realizando pequenas ações: como tirar as armas de brinquedos de seus filhos, de falar mais de Deus em sua família, de dedicar mais tempo a Eles. Sorria mais, espalhe o amor, dê mais carinho! Tenha mais Deus em sua vida! E peço à nossas autoridades federal, que criem ( ou reforcem) leis que proíbam a fabricação de brinquedos que imitam ou que lembrem armas (de qualquer espécie) no Brasil.

Deixo aqui um trecho da música preferida de meu filho, o Engenheiro Gino Rondon Silva (como eu tinha orgulho de falar dele assim! e continuarei tendo este orgulho), um homem de luz. Quero dividir esta mensagem com você caro leitor, cara leitora, pois sei que meu filho através do Espirito Santo é quem me pede isso.

Sorria

(De Fernandinho)

Nunca desista da vida

Tudo é possível ao que crê

Sempre existe uma saída

Deus não se esqueceu de você …

Sorria, já não há mais para quê chorar

A tempestade já se acalmou

Olhe pro céu lá fora e veja o dia que surgiu…

Assim é bem melhor, não há o que temer.

A vida nos ensina e ainda tem muito o que aprender.

Este é o sinal! não se sinta só,

Existe alguém torcendo por você.

Acenda esta luz!

Decida se ver, com os olhos que Deus olha pra você.

Estarei sorrindo sim meu filho, levando sua luz aonde eu for. Essa é a minha missão: levar o seu sorriso (que nem a morte irá apagar) de PAZ, de AMOR e JUSTIÇA. Como você escreveu em sua última frase postada no perfil do seu MSN dia 05 de março, um dia antes da sua morte! “Ame a todos, confie em poucos. Não seja injusto com ninguém.” citando William Shakespeare .

SORRIA, acenda essa luz!

Deus lhe abençoe!!.

*Edna Rondon .

Uma mãe que devolveu seu filho a Deus! Que está com o coração destroçado,  mas em paz e orgulhosa por ter gerado um filho como Gino Rondon Silva!

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.