Pelo menos 25 mil pessoas estão isoladas em várias áreas do departamento (Estado) de Chaco, no Leste do Paraguai, em decorrência de inundações na região. Nos últimos dias, chove intensamente na maior parte do território paraguaio. Na tentativa de ajudar as vítimas, o governo federal em parceria com as autoridades locais distribui alimentos e remédios por meio de helicópteros.

O levantamento sobre mortos e feridos ainda está sendo feito. O governo do Paraguai aprovou recursos extras para ajudar as famílias afetadas pela chuva na área onde o Rio Pilcomayo, na fronteira com Argentina, transbordou.

A chefe da Secretaria de Emergência Nacional, Gladys Cardoso, disse que a principal dificuldade em lidar com as vítimas é que os moradores se recusam a deixar suas casas. Segundo ela, os funcionários da secretaria vão insistir para que aceitem a remoção temporária para outras regiões.

Leia também:  Autoridades investigam se houve participações de policiais em mega-assalto no Paraguai

De acordo com especialistas, nas últimas três semanas a precipitação média de água na Região Leste do país foi o dobro da média anual.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.