O deputado estadual Gilmar Fabris (PSD), conseguiu uma liminar de efeito suspensivo, garantindo seu retorno a Assembleia Legislativa, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A decisão da maior Corte eleitoral foi tomada após o deputado perder seu mandato no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Fabris teve seu mandato cassado, por quatro votos a dois, por suposto gasto ilícito de R$ 400 mil na campanha de sua reeleição em 2010.

Advertisements
Leia também:  Do lado de Temer

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.