Os novos funcionários da Secretaria Municipal de Educação, celetistas e contratados, questionam a falta de pagamento que até o momento não foi realizado, tendo em vista que os servidores mais antigos do município já receberam o pagamento.

O vereador Reginaldo Santos relatou que os servidores precisam ser tratados com mais respeito, pois muitas pessoas dependem do salário para pagar as contas e com o atraso no pagamento os trabalhadores não puderam honras seus compromissos.

O problema maior, segundo o parlamentar, é a falta de justificativa e  de comprometimento da Secretaria de Administração (responsável pela liberação das folhas de pagamento), que havia garantido que os pagamentos seriam realizados na última semana e até o momento não mudou.

Leia também:  Prefeitura garante pagamento à terceirizadas

A secretária de Educação, Marilda Rufino, relatou que o problema não é exclusivo dos servidores da pasta, mas de todos os contratos que foram realizados recentemente em razão que uma inconsistência no sistema que é feito o cadastro dos trabalhadores, conforme as exigências do Tribunal de Contas. “A secretária de Administração me informou que todos os novos contratos apresentam problema para inserção no ABACO e não são concluídos, sem o cadastro no sistema é impossível emitir a folha para os pagamentos”, explicou Marilda.

De acordo com Rufino, tanto a equipe que presta manutenção do programa quanto os servidores da Secretaria de Administração, estão empenhados para solucionar o problema e acredita que até sexta-feira (13/04) a situação seja contornada.

Leia também:  Preço do aluguel cai nos últimos meses em Rondonópolis| TV Agora
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.