Arquivo AGORA MT

O processo para escolha da nova presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) teve início, mas a baixa sinalização das conselheiras para conduzir o conselho no próximo triênio (2012/2015), preocupa Sandra Raquel Mendes. As eleições ocorrerão no mês de junho.

Sandra argumentou que há poucas conselheiras interessadas em participar das eleições e teme que não haja apresentação de chapa única. Sandra diz também que ultimamente há pouco envolvimento das conselheiras e o que tem ajudado nas atividades são as estagiarias de serviço social e psicologia. Mas justifica que o trabalho voluntário é muito árduo e talvez por essa razão haja poucas candidatas.

A presidente defende que nenhum cargo ou diretoria deve ser vitalício, ”é preciso dar oportunidades para pessoas diferentes, promoverem desenvolvimentos diferentes” e se compromete auxiliar, na medida do possível, a nova diretoria no início do trabalho, em razão das dificuldades do CMDM e do desgaste físico e emocional que muitas vezes é enfrentado pela diretoria do conselho.

Leia também:  La Sofie | Conheça esse Espaço Empresarial

Apesar da luta, Sandra recorda dos bons momentos e conquistas obtidas durante o período que esteve como presidente do CMDM, como por exemplo, a Campanha de 16 dias de ativismo pelo fim da violência contra mulher, a realização de palestras, debates, fóruns, seminários em escolas, faculdades e empresas, a criação de conselhos em outros municípios, a comemoração do aniversario da lei Maria da Penha dia 07 de agosto, através de fóruns debates e passeata e também a I Marcha Pelo Fim da Violência contra Mulher que este ano reuniu mais de mil pessoas.

“Hoje o CMDM é respeitado pelo poder público independente de partido político, tem reconhecimento estadual e até na esfera nacional. Precisamos dar continuidade ao trabalho, pois ainda há muito que fazer para dar dignidade às mulheres rondonopolitanas, mato-grossenses e brasileiras”, concluiu.

Leia também:  Prefeitura garante pagamento à terceirizadas
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.