O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) tem até o dia 18 de julho para revisar os cerca de 600 mil benefícios por incapacidade concedidos com erro no cálculo.

A decisão beneficia os segurados que receberam auxílio-doença, aposentadoria por invalidez ou pensão por morte entre 2002 e 2009 e tinham menos de 144 contribuições entre 1994 e a data de concessão.

A Justiça Federal de São Paulo decidiu, no início do mês, que o INSS deve fazer as revisões automaticamente, e não somente ao segurado que faz o pedido no posto, como acontece atualmente.

O prazo para cumprir a decisão é de 90 dias e começou a ser contado ontem, pois o comprovante de notificação do INSS foi incluído no processo um dia antes.

Leia também:  Mulher considerada estéril consegue engravidar após adotar 3 irmãos biológicos
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.