O motorista Marcos Aurélio Viam (46) foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na madrugada desta quarta-feira (11/04) na BR-364 em Rondonópolis. De acordo com a PRF, o motorista passou pelo teste do bafômetro que registrou 0,845 miligramas por litro de álcool por ar expelido pelos pulmões.

Segundo o policial rodoviário federal Luis Silva a quantidade permitida de álcool no sangue é de 0,14 miligramas. Luis Silva explica que acima da quantidade de 0,33 miligramas o condutor paga multa no valor de R$ 957,70 e superior a 0,34 a pessoa perde o direito de dirigir e vai preso.

Segundo a PRF, no caso de Marcos Viam, condutores que passavam pela rodovia avisaram ao posto da Polícia Rodoviária Federal que havia uma carreta parada sobre a pista. Uma equipe da PRF foi até o local e a carreta foi encontrada com a porta do motorista aberta e Marcos Viam estava deitado no banco com os pés pelo lado de fora do veículo.

Leia também:  Jovem é morto após ser atingido por 18 tiros dentro de bar

O motorista foi encaminhado para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) para prestar esclarecimentos. De acordo com o PRF Luis Silva, no caso de Marcos, o motorista vai ficar sem carteira de habilitação, leva multa no valor de R$ 957,70 e pode pegar pena de seis meses a três anos de prisão, mas a decisão do período em que a pessoa fica detida depende do juiz.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.