O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu pela cassação do prefeito José Carlos do Pátio, na noite desta terça-feira. O julgamento do prefeito de Rondonópolis que teve início em 21 de março só foi retomado hoje. O atual gestor foi condenado por ter feito gastos ilícitos de campanha em 2008, devido à distribuição de camisetas, juntamente com a vice-prefeita, Marília Salles.

O caso já havia sido julgado em primeira instância em Rondonópolis, onde Pátio havia conseguido a vitória. O Ministério Público Eleitoral recorreu da decisão e o caso voltou a julgamento, só que pelo pleno do TRE em Cuiabá.

Com a cassação do prefeito e de sua vice será convocado para o exercício do Poder Executivo, o presidente da Câmara Municipal, Ananias Filho, com já descrito no voto do relator do processo. Uma nova eleição de forma indireta deve acontecer em Rondonópolis no prazo de 30 dias.

Leia também:  Governo iniciou a atualização de regiões turísticas do estado para incentivar novos visitantes

Exceto o juíz Samuel Franco Dalia Junior, que havia solicitado vistas do processo no último julgamento, os outros cinco membros do membros do Tribunal Regional Eleitoral, mantiveram a decisão pela cassação do prefeito.

Matérias relacionadas

 Com cinco votos pela cassação, julgamento de Pátio é adiado novamente

Pátio e Marília podem ser cassados nesta quinta-feira

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.