O ex-prefeito Adilton Sachetti (PDT) reiterou a forte declaração de que: “Pátio é um baita de um pilantra” na manhã de hoje (04/04). As declarações foram feitas na noite de ontem (03/04), logo após a cassação do mandato de Pátio por cinco votos a um, “Não podemos ter medo da verdade, ele (Pátio) enganou a população em 2008, se passando de bom moço e proclamando que eu era o bruto, o grosso, só porque tínhamos uma gestão que primava pela coisa certa e pela verdade, na minha gestão falávamos a verdade, se podíamos, dizíamos sim, se não podíamos, falávamos sem medo um não, sem tapinhas nas costas e vendendo ilusão”, disparou.

Leia também:  Primeiro dia de campanha atrai consumidores

Na entrevista ao AGORA MT logo após o anuncio de cassação do prefeito José Carlos do Pátio (PMDB), o ex-prefeito de Rondonópolis, Adilton Sachetti (PDT), não escondeu a sua indignação com a demora na decisão que resultou na cassação do mandato de Pátio, “Agora não resolve nada, isso era para ter acontecido há três anos e meio, antes de assumir, é lamentável que isso tenha ocorrido só agora,”, disparou.

Sem demonstrar pena Sachetti atacou o prefeito cassado e afirmou que quem saiu perdendo foi o município, “a cidade foi quem pagou por isso, (…) ao mesmo tempo em que estou feliz, a gente também lamenta, (…) o prefeito passou uma imagem de bom moço, mas é um baita de um pilantra e comprou votos com camiseta, (…) a imagem que eles venderam do Adilton, foi apenas para fazer o que eles fizeram”, atacou Sachetti.

Leia também:  Ala do DEM projeta Sachetti ao senado

Sachetti ao reafirmar sua posição, apontou alguns erros que em sua opinião ajudaram paralisar o município, “o que não dá para acreditar é que as pessoas não estejam vendo o que ele (Pátio), posando de pobre coitado fez como município, (…) a gestão paralisou o município, o Impro está com os seus repasses em atraso, assim como o Servsaúde, agora estamos vendo um prejuízo de R$ 3 milhões na Coder, que sequer faz operação tapa buracos, enquanto isso, onde estão as reformas das escolas? As novas salas de aula, creches, PSFs novos, o Ceadas, e muitas outras obras, foram iniciadas na minha gestão ou foram construídas com recursos que nós conseguimos, não fizeram nada, apenas engaram o povo e continuam enganando”.

Leia também:  Série de confissões de Silval começa nesta segunda-feira

Segundo o pedetista a cidade tem que esquecer o que passou, voltar a sorrir e olhar para o futuro, “Temos que para com essa politicalha, os homens e mulheres de bem desta cidade tem que se unir, sem cores partidárias e reerguer a cidade, precisamos da nossa alta estima de volta, precisamos todos juntos cuidar do futuro dos nosso filhos”, finalizou Sachetti.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.