O prefeito de São Felix do Araguaia e presidente interino da Associação Mato-Grossense dos Municípios (AMM), Filemon Limoeiro deu um verdadeiro “puxão de orelhas” nos secretários de Estado na frente do governador Silval Barbosa (PMDB). A bronca aconteceu durante a assinatura de um convênio entre o governo e 11 municípios para o repasse de emendas parlamentares às cidades.

“Vou fazer uma reclamação. Muitas vezes a gente consegue falar direto com o governador, mas não com os secretários”, queixou-se o prefeito. “Há uma dificuldade muito grande de chegar lá na ponta”, completou. “Quero lembrar nós somos os responsáveis pela eleição do governador”.

De acordo com o presidente da AMM, costumeiramente os prefeitos viajam mais de 1.000 km e não são recebidos pelos secretários.

Leia também:  Obras de esgoto beneficiarão 1.600 famílias no Jd. Atlântico e Europa

“Gostaria que pelo menos [eles] atendessem aos telefonemas”, solicitou Limoeiro. Silval, que escutou a reclamação, agradeceu Filemon e afirmou que cobrará mais atenção do seu staff.

CONVÊNIO

Na manhã desta segunda-feira (16), prefeitos de 11 municípios assinaram convênio com o Governo do Estado para receber o repasse de emendas parlamentares do senador Jaime Campos (DEM). O congressista direcionou a emenda de R$ 5 milhões para o governo, que adicionou mais R$ 500 mil e repassou aos municípios.

As cidades receberam montantes de R$ 333 mil ou R$ 440 mil para obras de asfaltamento, construção de praças, drenagem de águas pluviais etc. A cidade que mais recebeu recursos foi Poconé, cujo montante destinado superior a marca de R$ 1 milhão. O recurso será utilizado no município para drenagem de águas pluviais e pavimentação.

Leia também:  Adonias garante banheiros para Parque das Águas
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.