Um tumulto envolvendo os detentos do Raio 1 e 3 marcou a manhã desta segunda-feira no presídio da Mata Grande. Os reeducandos fizeram quatro agentes prisionais de reféns, Arilson Moreira Rodrigues, Angela Maria Correa, Alvacir Ferreira Barbosa e Evaldo Pereira Machado.

O juíz 1ª e 4ª vara criminal, Wladimir Perry, esteve no local para contornar a situação. De acordo com Perry os reeducandos estavam reivindicando quatro pontos que são as carteirinhas de visitação, saúde, higiene e a revisão dos processos.

Segundo Perry parte ads reivindicações são de responsabilidade do Estado como a falta de materiais de higiene. “Já a revisão de processos é feita todos os dias, mas não depende só do juiz. O processo passa por advogados, Ministério Público, o juiz é apenas o que da a palavra final até que chegue nele se passa por um longo processo”, diz. Perry afirmou que nenhum dos agentes foram agredidos e que apesar do susto, tudo ocorreu pacificamente.

Leia também:  Dois são presos e menor é apreendido por associação ao tráfico de drogas

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.