Rondonópolis pode perder a Delegacia do Conselho Regional de Medicina Veterinária devido a uma contensão de gastos. Clínicas de pequenos animais de Rondonópolis se uniram para fazer um abaixo assinado para que a Delegacia não deixe de existir na cidade.

O delegado Waldomiro da Silva Vilela explicou que se houver a perda da delegacia será um retrocesso e que isso vai prejudicar tanto os veterinários quanto para as empresas. “Toda a documentação que se precisa para se fazer um rodeio, leilão, para uma revenda de produtos, dar entrada em registro de veterinário ou zootecnista terão que ser retirados em Cuiabá, caso ocorra à extinção da Delegacia”, fala.

Leia também:  Semana Nacional de Trânsito será marcada por programação intensa sobre boas práticas na condução de veículos

Waldomiro afirmou que a partir dessa informação os donos de clínicas e profissionais elaboraram um documento para pedir que a Delegacia permaneça na cidade. “O documento foi distribuído nas cidades da região Sul. Em Rondonópolis até o momento conseguiu a assinatura de 120 pessoas”, fala.

De acordo com Waldomiro essa ideia de acabar com a delegacia surgiu no Conselho de Cuiabá e que em nenhum momento a equipe daqui foi consultada sobre o assunto. “Eles alegam que precisam diminuir custos, mas se gasta muito pouco com a Delegacia daqui, já que a sede fica localizada no prédio do Indea”, alega.

O delegado contou que não foi dado nenhum prazo para que se exclua a Delegacia, mas que acredita que possa ser em breve.

Leia também:  Habilitação da UPA é divulgada no Diário Oficial da União

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.