Sem-terra ocupam Ministério do Desenvolvimento Agrário. Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam hoje (16/04) pela manhã o prédio do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA) em Brasília. Segundo José Damasceno, da coordenação nacional do movimento, a ocupação teve início às 5h40 e abre a “jornada de luta” na campanha do Abril Vermelho.

Segundo Damasceno, o MST quer que “a presidenta [Dilma Rousseff] marque uma audiência com os trabalhadores”. A avaliação do ativista é que “o governo, após um ano e quatro meses da posse, não iniciou a reforma agrária”, por “falta de prioridade política”.

Na opinião de José Damasceno, o Palácio do Planalto tem demonstrado que “quer desenvolver o Brasil”, mas para isso “é preciso resolver uma dívida social”, disse se referindo à concentração da propriedade de terras no país. “A reforma agrária é uma medida social e produtiva: aquece a economia, gera renda e ainda aumenta a produção de alimentos”.

Leia também:  Com nova lei trabalhista tempo gasto para tomar café será descontado

O MST deverá fazer ao longo da semana outras ocupações de terra e de prédios públicos (como as delegacias do Ministério da Fazenda e as sedes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Incra, nos Estados), informou Damasceno à Agência Brasil.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.