O potencial produtivo e as tecnologias presentes nas cultivares de algodão resistentes à ramulária e aos nematoides poderão ser conferidos no campo durante o Parecis SuperAgro, que teve início hoje (16/04) e segue até dia 19 de abril em Campo Novo do Parecis.

A apresentação dos materiais será feita por Agrônomos da Tropical Melhoramento & Genética (TMG). Eles farão posicionamento das cultivares, que inclui indicação de manejo, época de plantio e características agronômicas.

“Os participantes do evento terão oportunidade de ver, analisar e comprovar as qualidades das cultivares de algodão. O portfólio dos materiais de algodão atendem as necessidades do cotonicultor que almeja um produto resistente às doenças, com alto potencial produtivo e com características que acatam exigências do mercado consumidor, como boa qualidade de fibra”, afirma Adalberto Basso.

Leia também:  MT | Inscrições para Circuito Estadual de Tênis encerram nesta segunda

Na vitrine tecnológica da TMG no evento terá amostra no campo das cultivares RX, a FMT 705 e FMT 707, ambas resistentes à ramulária, e da FMT 701 e FMT 709, ambas resistentes aos nematoides. Estas cultivares foram desenvolvidas pela Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso, Fundação MT, que possui parceria com a TMG para o Desenvolvimento de Mercado de tais materiais.

“Estas resistências ajudam o produtor a economizar no uso de fungicidas, ter melhor controle operacional, reduzir custos de produção e contribuir com o meio ambiente. Além disso, dá segurança do plantio à colheita ao cotonicultor”, destaca Basso.

Interessados em comprovar as tecnologias em cultivares de algodão da Fundação MT podem procurar a equipe do Desenvolvimento de Mercado da TMG que estarão a disposição dos produtores.

Leia também:  Somente 41,7% da população se vacinou contra a gripe em Mato Grosso

Evento – O Parecis SuperAgro é realizado pelo Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis em parceria com empresas agrícolas e entidades da classe produtora. Nesta edição estarão em destaque temas como Sou Agro, o ABC – Agricultura de Baixo Carbono, Novas Tecnologias, Governança Corporativa, Integração Lavoura/Pecuária, Biomassa e Bionergia.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.