Presidente do Sindicado dos Servidores do Detran-MT, Veneranda Acosta. Foto Ronaldo Teixeira/AGORA MT

A presidente do Sindicado dos Servidores do Detran-MT, Veneranda Acosta, realizou durante a semana uma visita às agências CIRETRAN e DETRAN de Rondonópolis para verificar as condições de trabalho dos servidores e ficou surpresa pela precariedade das unidades.

Veneranda afirmou que das agências visitas na região sul do Estado as de Rondonópolis superam em falta de estrutura e não oferecem condições de trabalho nem tão pouco para o atendimento com qualidade ao contribuinte, além do pequeno número de efetivo. “É um vergonha e falta de respeito com a população, as agências estão aos pedaços, tem uma porta que está presa com um pedaço de corda, os computadores estão sucateados”, relatou.

Leia também:  Soldado que fez disparos no show do Gusttavo Lima responderá em liberdade

De acordo com Veneranda, Mato Grosso possui uma das tarifas mais caras do país, arrecada cerca de um milhão de reais por dia e não oferece uma estrutura digna para os contribuintes e servidores. “Não entendo a razão dessa estrutura precária, falta de recurso não é, principalmente porque o último reajuste foi com a justificativa de que as unidades seriam reformadas”.

A sindicalista observa que Mato Grosso deixa muito a deseja nos serviços prestados, outros Estados com uma tarifação menor oferecem programas como a Escola Pública de Formação para o Trânsito, que existe há 15 anos e Mato Grosso nem toca no assunto. Outra questão pontuada por Veneranda é a quantidade de servidores de Rondonópolis que há 11 anos é a mesma. Segundo Veneranda hoje o município precisaria de pelo menos mais duas agências para atender a demanda.

Leia também:  Corpo de Bombeiros faz buscas por homem que desapareceu no Rio Vermelho

Os dados colhidos nas visitas às unidades do Estado servirão para a criação de um documento que servirá como pauta de reivindicações do sindicato junto ao Governo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.