A grande quantidade de esgoto que foi despejado pelo Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (SANEAR) no Rio Vermelho poderia ser evitada. O ex-secretário de Meio Ambiente, ambientalista e fiscal da secretária do Meio Ambiente, Lindomar Alves, é enfático em dizer o rio poderia ter sido preservado e que será cobrada providências caso o crime ambiental volte a acontecer.

De acordo com Lindomar, houve deve ter ocorrido um lapso no planejamento técnico de construção que foi agravado com a presa para concluir as obras o que resultou no despejo do esgoto no rio.

Lindomar sugere que “o correto seria continuar recebendo o esgoto nas lagoas antigas enquanto se trabalha na construção e funcionamento das novas lagoas, depois de concluídas as novas piscinas que lance toda a carga de esgoto nelas, e ai sim esvazie e trabalhe na melhoria das antigas. Seria trabalhar por meio de um sistema de manejo construtivo que traria um impacto negativo menor ao Meio Ambiente”.

Leia também:  Prefeitura de Rondonópolis convoca 266 aprovados em concurso público

O ambientalista continua argumentando que “pelo visto a obra foi retomada, e talvez de forma a correr contra o tempo, apressando o ritmo da obra e com isso infringindo a legislação ambiental. Dizer que a obra de ampliação e modernização da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) tem Licença Ambiental e que tá tudo certo, não deixa de ser uma verdade, porém a licença emitida não dá poderes ao SANEAR de sangrar o esgoto coletado na cidade e, jogá-lo in natura nas águas do Rio Vermelho”.

Apesar do escoamento do esgoto no Rio Vermelho ter sido suspenso, Lindomar informou que foi apresentado um documento a promotora do meio ambiente, Joana Maria Bortoni Ninis, onde foi exposto o impacto que ação traz ao rio. Como medida de segurança para que o esgoto não volte a ser despejado no rio Lindomar sugeriu a promotora que fosse solicitada judicialmente a prisão dos responsáveis pelo ato, caso torne a ser despejado novamente o esgoto in natura no rio.

Leia também:  Roberto Big Pizzaiolo completa 20 anos na gastronomia de Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.