Representando estados que juntos são responsáveis por 60% da produção de soja no Brasil, a Associação Brasileira dos Produtores de Soja (Aprosoja Brasil) empossa nesta terça-feira (22) a diretoria que atuará no próximo biênio (2012/2014). O presidente reeleito da entidade, Glauber Silveira, lembra que hoje sete estados brasileiros estão associados e o principal desafio da nova gestão será estruturar e fortalecer todas as associações vinculadas à Aprosoja Brasil.

Exemplos do sucesso do modelo inovador e arrojado de associativismo que a Aprosoja vem desenvolvendo, são os estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul que se destacam pelos avanços já apresentados. Fundada em 2005, a Aprosoja Mato Grosso, presidida por Carlos Fávaro, é a responsável pela fundação da Aprosoja Brasil e da Aliança Internacional de Produtores de Soja (ISGA), alcançando reconhecimento nacional e internacional com efetiva participação nas discussões que atingem diretamente os produtores.

Leia também:  Professora de aldeia indígena recebe o prêmio Educador do Ano em Rondônia

No Rio Grande do Sul, a entidade também fundada em 2005, conta com núcleos regionais, e já tem alcançado em nível estadual e nacional reconhecimento como bom exemplo de associativismo. Dentre as suas iniciativas em prol dos produtores rio-grandenses destacam-se as ações coletivas de inconstitucionalidade do Funrural, contra cobrança indevida de royalties, entre outras. A entidade é presidida atualmente por Ireneu Orth.

Em franca expansão, o Mato Grosso Sul, por meio da Aprosoja MS presidida por Almir Dalpasquale, tem se destacado pela sua estruturação e ações, que desde o ano passado é impulsionada pela criação do Fundo de Desenvolvimento das Cadeias do Milho e Soja de MS (FUNDEMS). Os recursos possibilitaram a execução de projetos de grande relevância para o Mato Grosso do Sul como Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio de MS (SIGA MS) e o Sistema de Indicadores Econômicos para as Cadeias Produtivas do Milho e da Soja em MS.

Leia também:  Entra em vigor nesse sábado a nova lei trabalhista

Em fase de fortalecimento institucional estão os estados da Bahia, Piauí, Pará e Rondônia, sendo que no Pará neste ano já teve início a criação de núcleos de produtores, uma passo importante para a consolidação da associação estadual. Estados como Goiás, Paraná, São Paulo e Minas Gerais contam com líderes do setor representando a Aprosoja Brasil.

‘SafraBrasil’ – Glauber Silveira revela que nos próximos meses uma parceria com o Canal Rural levará ao conhecimento de todo país as ações da entidade que se consolida por atuar diretamente junto aos poderes executivo e legislativo de modo a viabilizar conquistas para a agricultura brasileira.

“É um projeto arrojado e inédito que vai percorrer os estados produtores com técnicos da Embrapa, da Aprosoja e transmitido em tempo real pela emissora. Pretendemos endossar a importância do setor para o país de uma forma transparente e falando diretamente com quem produz o alimento para a população, afirma o presidente da Aprosoja Brasil.

Leia também:  Caminhão invade contramão, bate em micro-ônibus e mata 11 dançarinos

Dentro dessa nova etapa, a estrutura de comunicação da entidade será reforçada dando ênfase às ações desenvolvidas pelos estados associados. Um novo portal na internet está em fase de execução, além da ampliação no uso das redes sociais.

“Temos a clareza de que um novo modelo de representação surge e em um momento muito positivo para a agricultura brasileira. Hoje o dirigente defende sua atividade e fala daquilo que realmente conhece e vive. Ou seja, o respaldo para representar o setor vem da própria experiência que ele adquiriu”, afirma Silveira.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.