Carne armazenada na carroceria da pick-up. Foto Ronaldo Teixeira

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na noite desta sexta-feira (04/05) um motorista que transportava inadequadamente aproximadamente 360 quilos de carne na região do Campo Limpo.

O agente da PRF, Carvalhal, disse que abordaram o motorista de uma pick-up que carregava uma grande quantidade de carne na carroceria do veículo, armazenadas em saco de estopa e junto com pneus e objetos do carro e sem nenhuma refrigeração, por essa razão o material foi encaminhado para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC), para apuração da origem da carne.

Na unidade de segurança, o pequeno produtor Arcibalde José Polizel, proprietário de parte da carne, informou que o produto era para consumo próprio e não para comercialização e havia solicitado que um rapaz abatesse e desossasse um boi em uma propriedade vizinha e trouxesse até sua chácara (de Arcibalde) na região de Campo Limpo, uma distância de aproximadamente 5km entre as duas propriedades.

Leia também:  Motociclista é perseguido, tenta fugir, mas é baleado por assaltante

O representante da Vigilância Sanitária, Kleysller Willon Silva, explicou que todo abate, independente da quantidade, deve ser feito em frigorífico e transportado em câmeras frias, para evitar qualquer tipo de contaminação do alimento e doença das pessoas, o que não foi feito pelo pequeno produtor. Além de que abate clandestino é considerado um crime ambiental.

O sanitarista relatou que devido a contaminação do carne o alimento será descartado ainda hoje (05/05). Kleysller lembrou também que todos os açougueiros de Rondonópolis assinaram um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) com o Ministério Público, onde toda a carne seria adquirida ou pelo menos abatidas em frigoríficos, para garantir a qualidade do alimento.

Leia também:  Defensivos agrícolas são recuperados após roubo em fazenda em Pedra Preta
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.