Construindo o Cuidar: uma reflexão diária. Esta foi a frase escolhida para representar a I Semana da Enfermagem do Hospital Regional de Rondonópolis realizada na administração camiliana. A frase foi elaborada pela colaboradora Niceli Matos, eleita por votação como a que melhor sugeriu o objetivo do evento realizado esta semana.

Uma palestra sobre a experiência em família pelo adoecimento por diabetes e doença renal crônica em tratamento por hemodiálise foi proferida pela Profª Enfª Mestre, Magda de Mattos, docente do Curso de Enfermagem da UFMT – Campus Universitário Rondonópolis. “A palestra discutiu a relação de cuidados da equipe de enfermagem e o processo psicológico pelo qual os familiares passam com o paciente acometido pelas doenças. É preciso dedicação, paciência e muita humanização para enfermidades crônicas”, declarou a diretora assistencial, Karla Carriço.

Leia também:  CDL espera 500 ciclistas no passeio de domingo (21)

A Profª Enfª Mestre, Graciela da Silva Salomão, proferiu uma palestra sobre a experiência do exame físico para o cliente. Outro assunto na Semana da Enfermagem foi a valorização e autoestima do profissional de enfermagem. A Profª Mestre, Marildes Ferreira do Rego, lembrou que a enfermagem lida com pessoas e pacientes que passam por frágeis momentos e que auxiliares, técnicos e enfermeiros são essenciais no processo de recuperação.

A última palestra da Semana foi proferida pela enfermeira Cláudia Domingues Lima, responsável pelo Serviço de Controle de Infecção Hospitalar, SCIH, do Hospital que enfatizou a importância da higienização correta das mãos na prevenção da infecção. O HRR tem implantado diversos protocolos de conduta para redução da infecção.

Leia também:  Inscrições para vestibular da Unemat em Rondonópolis encerram neste domingo (21)

A Semana foi encerrada com um culto ecumênico para um momento de ação de graças aos profissionais desta importante área da saúde no Brasil, já que, segundo Censo, atualmente existem mais de 1 milhão e 400 mil profissionais que atuam na enfermagem no país, entre enfermeiros, técnicos, auxiliares e atendentes.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.