Refinaria de petróleo ConocoPhillips libera fumaça no ar em San Pedro, Califórnia Foto: Bret Hartman/REUTERS

As emissões globais de dióxido de carbono (CO2) pela queima de combustível fóssil aumentaram 3,2 por cento no ano passado, atingindo um recorde de 31,6 gigatoneladas, informou a Agência Internacional de Energia (AIE) num balanço preliminar nesta quinta-feira.

A China foi o principal emissor global, com um aumento de 9,3 por cento em suas emissões, disse a AIE, que tem sede em Paris.

As emissões norte-americanas caíram 1,7 por cento em 2001, principalmente pela substituição de usinas a carvão para gás natural e também por um inverno mais brando que reduziu a demanda por aquecimento, segundo a AIE.

Advertisements
Leia também:  Prédio desaba e deixa pessoas desaparecidas na Quênia

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.