Foto: arquivo/AGORAMT

Mesmo com investimento de mais de R$ 2,5 milhões para o novo sistema de informática feito em 2010 para melhorar o desempenho dos serviços do Departamento de Trânsito do Estado de Mato Grosso (Detran-MT),  a população que precisa emitir documento de habilitação e do carro tem que aguardar até 2 horas para que seja liberado.

A insatisfação da população ficou clara para o Sindicato dos Servidores do Detran (Sinetran-MT) na enquete feita no site do mesmo. A pergunta era  “O que você acha do tempo de espera de 2h para a baixa do pagamento de taxas no sistema do Detran-MT?”. Apenas 9% acharam normal a espera,  22% classificaram como Falta de respeito com o contribuinte, 13% acharam que devia melhorar e 57% acharam um absurdo.

Leia também:  Água Boa | Professor é preso vendendo diplomas falsos em Água Boa

“As pessoas reclamam para os servidores durante o atendimento que tem que perder uma tarde de trabalho para poder tirar um documento, já que tem que esperar dar baixa no sistema para poder liberar o documento”, reclama Veneranda Acosta, presidente do Sinetran-MT.

Nem com o comprovante na mão do que foi pago em dinheiro em um posto bancário do Banco do Brasil dentro do próprio Detran, o sistema não libera a emissão do documento.

A justificativa do Detran é que o governo do Estado mudou agora a maneira de dar baixa. O pagamento primeiro vai para o sistema da Secretaria de Fazenda que confirma que identifica o pagamento e envia de volta para o sistema do Detran dar baixa. Enquanto isso, a população continua esperando.

Leia também:  PM leva mais de 1.300 policiais às ruas em ações preventivas e de repressão à violência

“Não era para ser assim, pois o Detran-MT foi criado como autarquia justamente para ser ágil e eficiente junto a população. A forma autárquica é uma característica de entidades públicas que prestam serviços diretamente à população e precisam de autonomia para melhor atendê-la, mas Mato Grosso caminha na contra-mão da descentralização administrativa e quem paga o preço disso com tempo e dinheiro, é a população.” lamenta Veneranda.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.