O número de turistas argentinos no Brasil em 2011 aumentou 14,5% em comparação com 2010. No mesmo período, o número de visitantes norte-americanos caiu 7,3%, segundo dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). O Brasil recebeu, no ano passado, cerca de 272 mil turistas estrangeiros a mais do que em 2010, o que significa um crescimento de 5% no período.

Em números globais, visitaram o Brasil em 2009 mais de 4,8 milhões de turistas, número que se elevou em 2010 para 5,161 milhões, subindo em 2011 para 5,433 milhões.

Em 2011, o Brasil recebeu 1,593 milhão de turistas argentinos. O país platino é a principal origem dos visitantes estrangeiros que fazem turismo em território nacional. No entanto, em relação a 2010, houve queda de mais de 46 mil visitas provenientes dos Estados Unidos, o segundo país que mais envia turistas para o Brasil. O número caiu de 641 mil visitantes em 2010 para 594 mil em 2011

Leia também:  Policiais agem rápido, impedem roubo a caixa eletrônico e prendem quadrilha no RJ

O Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) está preocupado em identificar as causas dessa queda, de acordo com o presidente da entidade, Flávio Dino, pois o que está aumentando é o fluxo de turistas brasileiros para os Estados Unidos e a perda de divisas para o Brasil com a redução das visitas de norte-americanos. Ele diz que, à primeira vista, a estimativa é de que isso acontece por causa da crise econômica que afetou os Estados Unidos nos últimos anos, mas a Embratur quer identificar melhor a questão.

Ao anunciar, nesta sexta-feira (04/05), os números do turismo no ano passado, Dino informou que em 2011 o faturamento do setor foi US$ 6,6 bilhões, contra US$ 5,9 bilhões em 2010. Ele destaca que houve crescimento de divisas maior que o crescimento quantitativo de turistas, que estão ficando mais tempo no Brasil e gastando mais.

Leia também:  População carcerária feminina cresce 700% em dezesseis anos no Brasil

O presidente da Embratur vê tendência de crescimento do fluxo turístico em 2012, o que está se confirmando nos últimos meses, havendo expectativa favorável para o resto do ano. A América do Sul é o continente que, de forma global, mais envia turistas ao Brasil, tendo o fluxo crescido no ano passado 10,2% em relação a 2010 (2,628 milhões contra 2,384 milhões). A previsão é que a maior parte dos 600 mil turistas que virão ao Brasil para os megaeventos esportivos, previstos para os próximos anos, sejam provenientes da América do Sul.

A Europa é o segundo continente no ranking mundial do fluxo turístico para o Brasil. No ano passado, vieram 1,621 milhão de turistas europeus ao país, com crescimento de 29,8% sobre 2010, quando foram registradas a entrada de 1,614 milhão de pessoas.

Leia também:  Inep vai corrigir prova de candidato que esquecer frase do caderno do Enem

Dos países da América do Norte vieram ao Brasil no ano passado 729 mil turistas, com queda de 13,4% sobre 2010, quando o número chegou a 773 mil visitantes, com impacto maior pela queda das visitas de norte-americanos. Em números globais, visitaram o Brasil em 2009 mais de 4,8 milhões de turistas, número que se elevou em 2010 para 5,161 milhões, subindo em 2011 para 5,433 milhões.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.