A cantora Lady Gaga contou que, aos 19 anos, achava que a cocaína era algo sexy e que a droga era sua amiga.

A confissão foi feita no programa “The Conversation With Amanda de Cadenet” ontem à noite, em que Gaga comentou sobre os primeiros anos como cantora em Nova York. “Eu estava muito deprimida aos 19 anos… Voltava para o meu apartamento todo dia e ficava sentada. Era muito quieto e solitário. Era parado. Era só meu piano e eu. Eu tinha uma televisão que eu deixava ligada para fingir que alguém estava comigo”, contou.

Segundo Gaga, esses dias difíceis eram na época em que ela usava cocaína.”Era como se a droga fosse minha amiga. Eu nunca usei na frente de outras pessoas. É um jeito terrível de preencher aquele vazio, pois só aumenta o vazio, não é real”.

Leia também:  Junior Horeay | " Eu sou de uma família musical e eu só continuo a nossa história"

Hoje com 26 anos, Gaga contou que sua fase de drogas durou um bom tempo.”Em um certo ponto, eu comecei a me sentir mal. Eu lembro de uma noite no banho. Eu me inclinei e a água gelada escorria. Eu tinha acabado de usar tanta [cocaína], eu nem me sentia bem. Eu me sentia uma merda.”

Ela contou que logo depois disso, conseguiu sair do vício completamente.”Eu meio que acordei um dia e disse: ‘Você é uma idiota. Você não é uma artista. Se você fosse realmente um artista, você estaria focada na sua música. Você não estaria gastando dinheiro no diabo branco’.”

Para Gaga as pessoas acham que a droga tem um lado romântico.”Existe uma percepção e romantismo sobre drogas. Que é algo sexy. Ou que é artístico e que você é problemático e vai fazer ótimas músicas quando, na verdade, você é um perdedor. Eu parei e foquei 150% na minha energia na minha felicidade”, contou.

Leia também:  Ed Sheeran cancela show em St. Louis por questões de segurança
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.