O ex-presidente Lula já se encontrou com cinco dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). São eles: José Antônio Dias Tóffoli, Carmen Lúcia, Ricardo Lewandowsky, e Ayres Britto. Porém, a Corte entende que não há necessidade de posicionamento contra Lula, já que, para os ministros, trata-se de um encontro pessoal e não institucional entre ele e o colega Gilmar Mendes. A decisão da Supremo foi tomara logo após o presidente, Carlos Ayres Britto, ter sido consultado. Dos cinco ministros que se reuniram com Lula, apenas Mendes afirma que houve um pedido de adiamento do julgamento do mensalão. O encontro entre Lula e o ministro aconteceu no escritório do ex-ministro da Justiça Nelson Jobim, quando o ex-presidente teria solicitado que o mensalão não fosse julgado este ano e, em troca, blindaria Mendes de uma possível convocação na CPI do Cachoeira.

Leia também:  Sachetti não vê crime de Temer e é contra partido deixar base
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.