A Polícia Militar prendeu cinco homens que moram nas ruas de Rondonópolis depois que três deles se envolveram em uma briga, todos foram levados para o Cisc. A justificativa da PM para as prisões é de que ação faz parte da nova operação da polícia batizada de “Tolerância Zero” que tem como objetivo retirar as pessoas que ficam pedindo dinheiro das ruas da cidade.

O capitão da PM, Handson Freitas Farias, explicou que depois de uma reunião que aconteceu na manhã desta quinta-feira (10) foi detectado que 90% dessas pessoas que vivem nas ruas, principalmente nas praças da cidade, são usuários de drogas. “Essas pessoas são sustentadas pela própria população que acaba dando dinheiro a esses pedintes”, fala.

Leia também:  Pecuarista desaparece após ter a casa incendiada e caminhonete roubada na fronteira

De acordo com o capitão atualmente existem 150 moradores de rua cadastrados no sistema de assistência social do município. “Fazendo uma analogia se cada morador de rua conseguir R$ 10 por dia e se multiplicarmos isso pelos trinta dias do mês vamos chegar ao resultado de R$ 45 mil que é o valor injetado todo o mês no tráfico de drogas”, diz.

Para o capitão o assunto deixou de ser apenas uma questão social e passou a ser um problema de segurança pública. “Por isso estamos pedindo que a população não dê mais dinheiro a essas pessoas que na maioria das vezes vem de outra cidade e ficam instalados nas praças denigrindo um espaço que é público”, conta.

Leia também:  Dupla anuncia assalto, vítima corre e acaba baleada

O delegado Sebastião Ribeiro afirmou que infelizmente esse trabalho da PM de prender os pedintes acaba ficando pela metade, já que ao chegar na delegacia não tem como manter esses moradores de rua presos, já que pedir dinheiro não é considerado crime. “Não tem o que fazer, a PM prende e a gente tem que soltar porque eles são considerados em dia com a justiça”, alega.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.