O aposentado A.D.S. (73) esfaqueou o filho, o auxiliar de serviços gerais E.P.S. (31) na noite desta terça-feira (15/05) no bairro Vila Mariana. De acordo com a Polícia Militar (PM), E.P.S. levou um golpe na altura da barriga efetuado pelo pai A.D.S. que disse a PM que o filho constantemente causa transtorno em casa como furtos e discussão. O aposentado também alegou que já foi esfaqueado pelo filho e ficou internado em estado grave.

E.P.S. informou a Polícia Militar (PM) que discutiu com seu pai e depois o aposentado o esfaqueou. Já A.D.S. disse a PM que havia desaparecido um celular que custou cerca de R$ 600 e E.P.S. havia levado duas pessoas para dentro de casa, que segundo o aposentado, são usuários de drogas, e que por isso pediu para que os acompanhantes do auxiliar de serviços gerais saíssem da residência. Mas E.P.S. ficou nervoso e para se defender A.D.S. praticou a lesão corporal.

Leia também:  Traficante invade casa na madrugada e tenta matar usuário

Em depoimento a Polícia Civil, o aposentado A.D.S. relatou que não tinha a intenção de matar o filho E.P.S., mas devido ao rapaz ser usuário de drogas ficou com medo que o auxiliar de serviços gerais pudesse esfaquea-lo novamente. E.P.S. foi encaminhado para o Pronto Atendimento (P.A.), porém de acordo com a Polícia Civil, o rapaz fugiu do Hospital.

O aposentado A.D.S. foi encaminhado para o Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) para prestar esclarecimentos

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.