O presidente da França, Nicolas Sarkozy, avaliou nesta terça-feira (1) que já “há muitos imigrantes” em seu país e que essa situação teve como consequência a “paralisia” do sistema de integração desses estrangeiros.

“Sim, há muitos imigrantes na França”, disse Sarkozy, que lutará pela reeleição no segundo turno do pleito de 6 de maio, quando enfrentará o socialista François Hollande.

“Nosso sistema de integração não funciona, por quê? Porque antes mesmo de conseguirmos a integração dos que estavam no território outros chegavam”, explicou o presidente o que aconteceu nos últimos anos.

A consequência, segundo o candidato conservador, é que “paralisamos nosso sistema de integração”. Sarkozy esclareceu que não é partidário de limitar totalmente a chegada de imigrantes à França e disse: “Nunca apoiarei a imigração zero, mas a realidade é que quando convidamos mais gente do que podemos receber não é possível integrá-los”.

Leia também:  Por plano de assassinato, Coreia do Norte pede execução de ex-presidente sul-coreana
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.