Uma importante via de escoamento da produção de calcário do estado, a MT 299, localizada no município de Itiquira, está em processo de recuperação. O deputado estadual, Ondanir Bortolini –Nininho (PR/MT) conseguiu junto ao Governo do Estado a destinação de uma patrulha completa para recuperar um trecho de 50 quilômetros da estrada de terra com posterior aplicação de cascalho. Nos próximos 30 dias as máquinas estaduais estarão operando no local.

As melhorias no trecho são fruto da reunião requerida pelo parlamentar, junto ao secretário-adjunto de Pavimentação Urbana do Estado, Alaor Zeferino de Paula e o vice-presidente de Fusões da BrasAgro (empresa que iniciará a exploração de calcário no local), Sérgio Victor.

Leia também:  Não se esqueça | Horário de verão começa neste domingo, em 10 estados brasileiros

Nessa semana, a Sinfra já liberou dois caminhões e uma moto niveladora, além de 20 mil litros de óleo diesel para dar início ao projeto. Em seguida, o Estado encaminhará uma patrulha completa para dar manutenção na rodovia não pavimentada.

O prefeito de Itiquira, Ernani Sander e os vereadores, Cido do Roberto e Luciano Alves (Ticão) também participaram do encontro e destacaram que a Prefeitura será parceira dessa iniciativa.

O Estado recuperará a estadual 299 e ficará responsável por realizar alguns cortes nos morros da estrada municipal, mais conhecida por Ribeirão das Velhas (acesso entre os municípios de Itiquira e Alto Garças), que será cascalhada pela Prefeitura de Itiquira.

Nininho enfatiza que esse projeto é primordial para garantir estrutura e viabilidade para a empresa explorar o calcário na Região do Itiquira. “É uma empresa que traz divisas ao nosso Estado, pois gerará até 100 empregos diretos, sem considerar que para Mato Grosso é essencial ter uma empresa trabalhando na oferta de calcário, produto essencial para correção do solo para lavoura”, destaca.

Leia também:  Pesquisa aponta Governo Abdo com mais de 80% de aprovação
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.