O laudo de contaminação do Rio Vermelho será executado por uma equipe da Secretaria de Estado do Meio Ambiente. Foto Varlei Cordova/AGORA MT

Uma equipe da Polícia Técnica (POLITEC) realizou uma visita aos pontos de despejo de esgoto, feito pelo Serviço Ambiental de Rondonópolis (SANEAR), para constatar se o crime ambiental ainda permanece, conforme solicitado, nesta quarta-feira (09/05), pelo delegado regional Percival Eleutério.

De acordo com o perito técnico, Francisco Moraes Oliveira, o derramamento de esgoto ainda permanece e sem qualquer tipo de tratamento, conforme pode visualizar.

O perito relatou que será feita novas vistorias às margens do rio para verificar se existem outros pontos de despejo do esgoto, para confecção de um laudo que será anexado ao inquérito que resultou no pedido de prisão da presidente do Sanear, Terezinha Silva Souza, do diretor técnico, Júlio Goulart e do engenheiro Hermes Ávila.

Leia também:  Suspeitos trocam tiros com a PM após invasão e tentativa de roubo em sítio

O laudo de contaminação do Rio Vermelho será executado por uma equipe da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA/MT). Agentes da Polícia Ambiental acompanharam a fiscalização dos peritos da Politec.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.