O promotor da infância e adolescência, Rodrigo Barbosa Abreu, avalia como positivo o trabalho realizado pelo Fórum de Articulação, Combate e Enfrentamento à Exploração Sexual contra Criança e Adolescente (Faces). Hoje (18) é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Abuso Sexual Contra Crianças e Adolescentes.

Rodrigo relatou o trabalho de conscientização não é direcionado para os agressores, mas sim para as vítimas e pessoas que estão próximos para que possam denunciar as pessoas que cometem esse tipo de crime. O promotor defende que o trabalho tem sido positivo, pois percebe um aumento significativo de denuncias pelo Disk 100.

“Acredito que estamos no caminho certo, pois o número de procedimentos mostram que as pessoas têm denunciado mais e pelo que posso observar não se trata de um aumento de casos”, expôs Rodrigo.

Leia também:  Prefeitura garante pagamento à terceirizadas

O promotor disse que o trabalho de conscientização contra a exploração sexual e abusos contra criança e adolescentes é realizado durante todo o ano, mas que durante o mês de maio as ações são intensificadas em razão do Dia Nacional de Combate.

Para este ano o objetivo é realizar 200 palestras em escolas, campanhas como a “Faça Bonito” e o fortalecimento dos órgãos, como o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), que prestam serviços assistências e psicológicos às vitimas de abuso e exploração sexual.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.