O diretor regional da SEMA, Silvestre José Arruda. Foto Arquivo AGORA MT

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA/MT) aplicou uma multa de R$ 25 milhões  ao Serviço de Saneamento Ambiental (Sanear) pelo despejo do esgoto no Rio Vermelho.

O diretor regional da SEMA, Silvestre José Arruda, explicou em uma coletiva à imprensa que o SANEAR foi multado pela quantidade de resíduos despejados no Rio Vermelho que tem uma extensão de 47 km. Segundo Silvestre, foram despejados o equivalente a 60 milhões de litros de esgoto no rio e não há previsão de dissolução da esgoto, em razão de estar em período de estiagem.

“Na sexta-feira (04/05) uma equipe da SEMA desceu o rio e acompanhamos a mancha até a barra do São Lourenço, onde também constatamos peixes mortos em razão do crime”, relatou Silvestre.

Leia também:  Inscrições para o CONPeduc 2017 estão abertas em Rondonópolis

Além do impacto ambiental o diretor regional citou também o prejuízo social, pois os ribeirinhos e pescadores estão impedidos de pescar, tomar banho ou beber água do rio até que o esgoto seja dissolvido na água do rio.

Silvestre resume o fato como uma catástrofe e que nunca deveria ter acontecido.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.