Secretário de Trânsito e Transporte, Argemiro José Ferreira. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

O secretário de Trânsito e Transporte, Argemiro José Ferreira, apresentou na última reunião do Gabinete de Gestão Integrada (GGI), propostas para tentar reduzir o número de acidentes e mortes nas ruas de Rondonópolis.

Argemiro frisou que infelizmente as medidas não serão a solução para os casos de acidentes e mortes, mas com certeza irá afetar de forma positiva na redução dos números.

Dentre as medidas tomadas está implantação de cinco semáforos em pontos indicados pelo GGI, sendo distribuídos nos cruzamento da Rua Fernando Correia da Costa com Avenida Frei Servácio, na Avenida Cuiabá com Rua Treze de Maio, na Avenida Cuiabá com Rua Otávio Pitaluga, na Avenida Bandeirantes com Rua Otavio Pitaluga e Avenida Bandeirantes com a Rua Castelo Branco. O secretário informou que os semáforos entrarão em funcionamento cinco dias após a implantação, para que a população possa se adaptar e antecipou também que outros quatro semáforos devem ser instalados em até 30 dias.

Leia também:  CDL Jovem convida os lojistas para protestarem no dia 1º de junho

Na ocasião foram apresentadas outras propostas, como por exemplo, redutores de velocidades, rotatórias, intensificação na sinalização vertical e horizontal, fechamento de ruas com criação de contornos e a mudança no sentido da Avenida Goiânia que passará a ser mão única.

Outras propostas serão analisadas quanto a viabilidade de implantação, como por exemplo, a mudança de mão dupla para sentido único das ruas no centro B, que compreende entra a Rua Dom Pedro II e Rua José Barriga e a retirada de uma faixa de estacionamento na Rua José Barriga.

Argemiro observou que as alterações serão feitas, de acordo com a necessidade, nos 10 pontos levantados pelo GGI como os de maiores incidência de acidentes.

Leia também:  Presidente do Detran solicita parceria do município para construção de nova Ciretran

O secretário frisou que mesmo com todas essas propostas é fundamental que seja intensificada também o trabalho de conscientização da população, pois de nada resolverá as mudanças para melhorar o trânsito se os motoristas continuarem sendo imprudentes.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.