As informações tecnológicas para a cultura de soja e algodão geradas nos campos experimentais da região do Cerrado do Brasil serão apresentadas, por especialistas de importantes Centros de Pesquisa, no II Encontro Técnico Fundação MT a ser realizado no dia 05 de junho em Luís Eduardo Magalhães na Bahia.

A Fundação de Apoio à Pesquisa Agropecuária de Mato Grosso, Fundação MT, realizadora do evento, mostrará aos participantes os resultados de pesquisa para a sojicultura e cotonicultura a partir dos trabalhos realizados em lavouras de Mato Grosso, cujas condições de cultivo assemelham-se em muitos aspectos aos do Oeste Baiano.

“Há mais de 18 anos a Fundação MT gera informação tecnológica para produtores rurais. Na Bahia vamos compartilhar experiências das lavouras de Mato Grosso. A primeira edição do Encontro Técnico foi realizada em 2011. Vamos realizar esta segunda edição a pedido dos próprios produtores rurais”, aponta Fabiano Siqueri, pesquisador e gestor de Marketing e Relacionamento da Fundação MT.

Leia também:  Mais de 120 mulheres foram violentadas em MT nos primeiros sete meses deste ano

Controle químico de doenças, melhoramento genético de algodão, cultivares de algodão serão assuntos apresentados pelos pesquisadores da Fundação MT Fabiano Siqueri, Paulo Aguiar e Eduardo Kawakami respectivamente. O portfólio de cultivares de soja será mostrado por Sergio Suzuki da Tropical Melhoramento & Genética (TMG), empresa que desenvolve variedades de soja em parceria com a Fundação MT para o Cerrado Brasileiro e também para região Sul do país.

Seca, produtividade e qualidade do algodão é o tema da palestra de Ciro Rosolem da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Botucatu. Manejo de nematoides: algodão e milho serão falados por Rosangela da Silva do Centro Universitário de Várzea Grande/MT (Univag). Mofo branco em soja: situação atual e perspectivas para o manejo será proferido por Hercules Diniz Campos da Universidade de Rio Verde/GO (Fesurv). Walter Jorge dos Santos do Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) falará sobre pragas comuns dos cultivos soja, algodão e milho. Waldo Lara, da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta) palestrará sobre matéria orgânica como regulador da eficiência do uso de fertilizante nitrogenado. Perspectivas para os mercados agrícolas de soja, milho e algodão será apresentado por Fábio Meneghin da Agroconsult.

Leia também:  Focos de queimada caem 49% na BR-163 em 2017
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.