Ao menos cinco pessoas morreram, 50 ficaram feridas e uma está desaparecida após um tremor de 5,9 graus de magnitude na escala Richter atingir o norte da Itália na madrugada deste domingo (20/05).

De acordo com a Defesa Civil da região, em Bondeno, na província de Ferrara, o teto de uma fábrica desabou e acabou atingindo um marroquino de 29 anos, que morreu. Nenhum outro trabalhador do local sofreu ferimentos.

Dois funcionários de uma fábrica de cerâmica de San Agostino também faleceram quando o telhado do prédio caiu sobre eles, disse o representante do sindicato local.

Uma alemã de 37 anos que estava na Itália por motivos de trabalho morreu em San Alberto de San Pedro em Casale, na Bolonha, provavelmente por conta de uma crise provocada pelo medo durante o terremoto.

Leia também:  Mais de 30 pessoas podem estar soterradas em escombros de edifício que desabou na Índia

Em San Agostino, uma mulher de mais de cem anos também foi a óbito devido à comoção causada pelo tremor, informaram fontes médicas.

O canal de televisão americano CNN e o jornal italiano Corriere della Sera afirmavam na manhã deste domingo (20) que já foram encontrados seis mortos após o desastre.

O desastre

O terremoto de 5,9 graus de magnitude na escala Richter atingiu o norte da Itália, a 5 km ao leste de San Felice sul Panaro, às 2h03 (23h03), no horário de Brasília) deste domingo (20/05). Segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), o tremor foi registrado a uma profundidade de cerca de 10 km.

As regiões de Bolonha, Toscana, Vêneto, Lombardia, Tretino Alto Adigio e Friuli Venezia Giulia também sentiram o terremoto. De acordo com o Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da Itália, o tremor foi precedido por outros dois, um de intensidade de 4,1 graus e outro de 2,2 graus.

Leia também:  Reprodução assistida a mulheres solteiras e homossexuais deve ser autorizada na França

Às 5h03 (0h03, no horário de Brasília), foram registrados desmoronamentos em algumas fábricas de Bondeno por conta de uma réplica do tremor, de 4,9 graus de magnitude.

Em Mirandola, também na província de Ferrara, os doentes em estado grave do hospital local foram removidos, assim como os idosos de um asilo, informou a Defesa Civil.

Segundo as primeiras informações dos bombeiros, haveria várias pessoas presas entre os escombros. A igreja de San Felice sul Panaro, na província de Modena, também foi destruída pelo terremoto, informou a Defesa Civil.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.