Os Centros de Saúde Nossa Senhora do Amparo, do Jardim Guanabara, São Francisco; junto as unidades do Programa Saúde da Família – PSF da Vila Canaã, Jardim Europa, Industrial e do Conjunto São José, além da Policlínica e o Centro de Reabilitação, Nilmo Júnior, estão emitindo cartões do Sistema Único de Saúde – SUS. O CadSus, como é chamado, anteriormente era feito apenas na Secretaria Municipal de Saúde, mas para facilitar e abranger mais as emissões foi descentralizado o serviço para os bairros. O documento é indispensável em qualquer tipo de atendimento público de saúde no Brasil.

Mesmo com a expansão dos cadastros o gerente local responsável pelas emissões, Sérgio Aparecido da Silva, salienta que ainda existe uma grande parcela da população que ainda não possui o seu registro. “Estamos conseguindo rastrear de uma forma bem efetiva. O último levantamento que fechamos em março contabilizou 8.772 novos cadastrados, ainda assim há de se reconhecer que uma grande parcela de rondonopolitanos precisa nos procurar”, frisou.

Leia também:  Feriado é prolongado em Rondonópolis

Quem ainda não possui o CadSus deve procurar obrigatoriamente as unidades citadas no início da matéria. Na sede da Secretaria ficaram apenas as trocas de cartões danificados ou para o registro fixo, já que ainda em fase de experiência o Governo Federal enviou em teste um cartão que já não possui mais validade. No local também são concentradas as emissões para quem está envolvido em algum procedimento já estipulado como gestação ou cirurgias, por exemplo.

Os adultos devem portar no ato da solicitação o RG, CPF e um comprovante de residência, enquanto as crianças, além do documento de comprovação de moradia, apenas a certidão de nascimento.

Leia também:  Deputado busca solução para garantir curso de direito na Unemat
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.