Foram apresentados na Praça Brasil trabalhos desenvolvidos no PETI. Foto Varlei Cordova/AGORA MT

A Secretaria de Promoção e Assistência Social realizou nesta terça-feira (12), no Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, uma amostra dos trabalhos realizados no Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), que teve como objetivo orientar a população na identificação do trabalho infantil.

O PETI atende hoje cerca de 1.500 crianças e adolescente e além do reforço escolar no contraturno oferece aulas de dança, atividades esportivas, música, teatro onde os menores e seus familiares recebem acompanhamento de profissionais como assistentes sociais e psicólogos.

A secretária responsável pela pasta, Neuma de Morais, frisou que o objetivo principal do programa é combater o trabalho infantil e oferecer meios para que possa ter uma formação e consequentemente um futuro melhor. “Estamos mostrando o trabalho desenvolvido no PETI para estimular que a população denuncie os casos de exploração do trabalho infantil”.

Leia também:  Inscrições para 1° Duathlon Rondon estão abertas até 15 de maio

O chefe de fiscalização da Delegacia do Trabalho, Carlos Eduardo Coelho, observou ainda há muito trabalho no combate ao trabalho infantil e que a Organização Internacional do Trabalho (OIT) tem como objetivo de erradicar com o trabalho infantil. Carlos observou que existem programas para que a criança e o adolescente possam ser inseridos no mercado de trabalho sem que haja prejuízo nas atividades escolares e principalmente na fase da infância que deve ser preservada.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=CPLc6bmhhlQ&feature=youtu.be[/youtube]

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.