Junior Baiano faz a estreia como treinador (Foto: Reprodução TV Globo)

Com os títulos de uma Libertadores, uma Copa das Confederações e dois Campeonatos Brasileiros no currículo, o ex-jogador Junior Baiano já passou por Flamengo –onde ficou durante nove anos, somando as três passagens- São Paulo, Vasco e Palmeiras, entre outros. Longe do futebol desde 2009, o ex-zagueiro matava as saudades do esporte no showbol, mas resolveu se aventurar como treinador. Contratado pelo Santa Helena-GO há um mês, o técnico ainda está se acostumando a ficar às margens do campo e estreou na competição estadual com uma derrota para o Grêmio Anápolis por 1 a 0.

– Como nós perdemos e o time jogou bem, perdeu de um a zero, eu vou dar uma nota seis. Está de bom tamanho para o Baiano. Eu vou ser crítico comigo mesmo (risos).

Leia também:  Com a demissão de Ceni, São Paulo vai completar 16 técnicos em 8 anos

Aos 42 anos, Junior Baiano já pensava em seguir a carreira de treinador. Felipão, Luxemburgo, Muricy Ramalho e Oswaldo de Oliveira serviram de inspiração para o ex-atleta, que não pensou duas vezes antes de aceitar o convite do time goiano. O novo comandante assinou contrato apenas por um ano e tem como missão levar a equipe de volta à primeira divisão. O Fantasma do Interior, como é conhecido, é formado por jovens jogadores e um velho conhecido de Baiano: Jackson, ex-companheiro de Palmeiras. Segundo a lenda local, toda vez que o time vai a campo, um fantasma sai do vestiário para assombrar o adversário.

– Esse fantasma vai assustar muita gente – brinca o novo técnico – Eu estou tranquilo. Na verdade, estou me divertindo para caramba.

Leia também:  Brasil vence a Holanda e tem desafio mortal contra os Estados Unidos

Apesar da descontração, Baiano não deixou a equipe do Globo Esporte acompanhar o bate papo com os jogadores antes da partida. E a tranquilidade foi passando ao se aproximar da hora do jogo.

– Está dando aquele friozinho na barriga – revelou na saída do vestiário.

Foram 90 minutos à beira do campo sentindo na pele – e no gogó – o que os técnicos sentiam quando ele jogava. O companheiro Jackson quase marcou, mas a trave atrapalhou os planos de abrir o marcador. Logo depois, o Grêmio de Anápolis anotou e acabou com a esperança de vitória na estreia do treinador. Nesta quarta-feira, o Santa Helena enfrenta o Iporá de olho no primeiro triunfo da temporada.

Leia também:  Atleta da Seleção brasileira de Hóquei é assassinado com tiro na nuca em SP
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.