Eficiência energética é o foco do projeto Comunidade de Aprendizado em Gestão Energética Municipal – GEM, promovido pela Eletrobras Eletronorte, que reunirá em Cuiabá, entre os dias 26 a 28 de junho, técnicos municipais envolvidos nos processos relacionados à energia elétrica.

Este é o segundo encontro do projeto, fruto de uma parceria da Eletrobras Eletronorte por meio do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica – Procel GEM, que conta com a  participação de vinte e duas prefeituras convidadas.

O programa tem como objetivo o desenvolvimento de um diagnóstico do consumo de energia de todos os órgãos públicos ligados à Administração Municipal para identificar os principais pontos de consumo e os caminhos para diminuir custos, promovendo a economia e o uso racional da energia elétrica, por meio de ações que garantem economia e modernização dos sistemas de uso-final da eletricidade nessas instalações.

Leia também:  Campanha de vacinação contra febre aftosa termina na quarta-feira

“O objetivo é eliminar o desperdício, o gasto indevido de energia. Se os municípios realmente abraçarem o projeto e apostarem na redução do consumo, os benefícios serão muito grandes, não só para a administração pública, mas para a sociedade, uma vez que a gestão pública poderá reinvestir o valor economizado em outras frentes de necessidade da população como educação e saúde”, ressalta Marcela Such Salomão, analista técnica do Procel GEM.

Para contemplar os municípios de até 50 mil habitantes, o Procel desenvolveu uma metodologia específica nas chamadas Comunidades de Aprendizagem, um instrumento de apoio à administração pública que consiste em capacitar os Agentes Municipais de Eficiência Energética – AMEEs, disponibilizando informações e promovendo acompanhamento para possibilitar a gestão com o planejamento e controle do uso de energia elétrica nas unidades consumidoras de responsabilidade da Prefeitura Municipal.

Leia também:  Vem pra Arena realiza eventos voltados para crianças

As principais metas são a redução das despesas com a conta de energia; aperfeiçoamento das condições para o turismo e lazer noturno, investindo na segurança dos centros urbanos; redução da demanda do sistema elétrico nacional, principalmente no horário de maior consumo; e estímulo às ações do uso correto da energia elétrica, para a redução de impactos ao meio ambiente.

Metodologia – Durante a primeira etapa do treinamento os técnicos municipais envolvidos no projeto receberam conhecimentos sobre eficiência energética e foram motivados a implementar tais ações nas unidades das prefeituras, além de disseminar os conceitos aprendidos.

Neste segundo encontro, serão aprofundados os conceitos técnicos para a redução efetiva do consumo e de acompanhamento e gerenciamento de resultados a serem apresentados no terceiro encontro, programado para agosto deste ano.

Leia também:  Escolas de Rondonópolis recebem melhorias em climatização
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.