Coordenadora afirma que Banco de Sangue atende grande parte da região sul de Mato Grosso  Foto: arquivo / AGORA MT

Durante a época do inverno há uma queda de 20% no número de doações ao Banco de Sangue do Hospital Regional e Sociedade Beneficente São Camilo, é o que afirma a coordenadora do órgão em Rondonópolis, Eslainy Moraes de Carvalho.

Eslainy conta que um dos motivos para essa diminuição está relacionada às doenças respiratória que são comuns da época como a gripe, por exemplo. “Essas pessoas têm uma inaptidão temporária e por isso elas devem aguardar sararem”. A coordenadora do Banco de Sangue reitera que outro motivo seria a aproximação do período de férias. “Por causa disso, alguns doadores que são cadastrados no banco de sangue deixam de comparecer”.

Leia também:  Caminhão derrama óleo na pista e causa transtorno na avenida dos Estudantes

Segundo Eslainy a unidade conta hoje com uma média de 25 mil doadores registrados. Ela ressalta que a participação da sociedade em doações é importante, porque a unidade atende grande parte da Região Sul de Mato Grosso. “Para ser um doador a pessoa precisa estar com documento de identidade, estar com boa saúde, não deve estar em jejum e ter a idade entre 18 e 68 anos”. A coordenadora acrescenta que se a pessoa que quiser ser doadora e for menor de 18 anos, ela deve ir até a unidade acompanhada dos pais, ou levar uma autorização formal dos responsáveis.

O Banco de Sangue do Hospital Regional funciona das 7h às 18h30 e fica na rua Rio Branco, nº 2082 ao lado do Pronto Atendimento (P.A.). “Ao doar sangue à pessoa pode estar salvando vidas. Um exemplo, é que com uma bolsa de sangue pode salvar até quatro pessoas”, conclui Eslainy.

Leia também:  BoaVista SCPC alerta para os riscos da venda à crédito

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.