Relatório da Controladoria Geral da União aponta que Mato Grosso é o sétimo estado com o maior número de servidores expulsos do funcionalismo público federal, de 2007 a maio deste ano. Cem funcionários foram desligados dos postos de trabalhos por motivos que variaram desde envolvimento em práticas ilícitas, como o uso indevido do cargo, ao abandono do emprego.

O documento mostra que no período, 2010 foi ano com o maior volume de expulsões em Mato Grosso: 49 no total. 2007 aparece em segundo, com 21; 2011 com 12, além de 2008 e 2009 terem sido registrados 7, em cada. De janeiro a maio deste ano foram pelo menos quatro. As expulsões, “penas” máximas no funcionalismo público, acontecem após análise detalhada dos casos, principalmente por meio de correições feitas pela própria CGU.

Leia também:  Cai 28% o número de roubo de aparelhos celulares em Mato Grosso

Na lista dos Estados com mais expulsões desde 2007, Rio de Janeiro lidera com 465, seguida do Distrito Federal, que tem 337; São Paulo, 243; Amazonas, 127; Paraná, 121 e Minas Gerais, 117. No período, em todo país, 2.550 de servidores expulsos do funcionalismo público federal.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.