Integrantes do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) se reuniram nesta terça-feira juntamente com o promotor Henrique Schneider para colocar como prioritário a ideia dos detentos que conseguiram o recurso do semiaberto usarem tornozeleiras eletrônicas para monitorados 24h.

Nildeson Cândido da Silva, secretário executivo do GGI, explicou que já estiveram reunidos com o prefeito Ananias Filhos e declaram que são a favor das tornozeleiras e que é preciso que isso seja colocado em prática. “A reincidência é um fato real, então, é preciso que esse preso seja monitorado para que assim consigamos diminuir os crimes na cidade”, fala.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=QmCDmagv9NQ&list=UUCUete_T6eFKbuUNfvFx40A&index=2&feature=plcp[/youtube]

O promotor Henrique Schneider explicou que atualmente não há articulado no sistema penitenciário mecanismos de controle e fiscalização desses presos e que isso é necessário.

Leia também:  Governo dá primeiro passo para concessão do Marechal Rondon e mais 4 aeroportos de MT

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=QbkSXnZp9Bs&list=UUCUete_T6eFKbuUNfvFx40A&index=1&feature=plcp[/youtube]

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.