Em reunião esta semana com o vice-presidente Michel Temer, o candidato a prefeito de Campo Grande, Edson Girotto (PMDB), cobrou “posicionamento do partido” para impedir que o governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), seja chamado a depor na CPI de Cachoeira. O requerimento foi apresentado por Filipe Pereira (PSC-RJ), que também pediu a convocação do governador do Mato Grosso, o peemedebista Silval Barbosa.

Deputados do MS alegam que os motivos da convocação são eleitorais: o PSC fechou aliança com PSDB, em Campo Grande.

A bancada apelou também ao líder do PMDB, Henrique Eduardo Alves (RN), que tem forte influencia no PSC.

Os governadores André Puccinelli e Silval Barbosa são acusados de favorecimento à Delta Construções.

Leia também:  Vídeo ostentação
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.