Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear) em parceria com o Setor de Operações Especiais (SOE) da Penitenciária Eldo Sá Corrêa “Mata Grande” vão fiscalizar o lixão da cidade como o site AGORA MT já havia noticiado. O Sanear investiu cerca de R$ 1000 no conserto de uma viatura ano 2006 que pertence ao SOE e estava parada há cerca de quatro meses, para fazer rondas na parte de dentro do local.

A intenção é impedir que coletores coloquem fogo no lixo e até o uso de drogas na região. No último mês, o lixão de Rondonópolis passou por diversas mudanças e uma delas foi a instalação de 1.200 metros de cerca, além do acero, ou seja, a limpeza do mato que ao redor da área.

Leia também:  PM apreende arma de fogo e ácido bórico na Vila Olinda

Agora, o descarregamento de lixo está sendo dividido em duas partes. Enquanto os caminhões jogam os resíduos do lado esquerdo, do lado direito, o lixo está sendo enterrado, para evitar a exposição e combater a incidência de fogo no local.

A situação dos coletores de lixo também foi regularizada. O número de 80 coletores caiu para 30, que agora possuem carteirinhas de identificação. De acordo com o chefe de resíduos sólidos do Sanear, Marcelo Spani, foi realizada uma triagem para verificar os coletores que realmente tiram do lixo o sustento e outros que ficavam no local para usar drogas entre outras situações. Esses, não terão mais acesso ao lixão.

Os coletores vão ter horário para trabalhar, que vai das 7h às 16h30, de segunda a sábado.  A viatura do SOE também vai fazer a fiscalização da entrada e saída dos coletores no lixão, para que eles trabalhem no horário correto.

Leia também:  Casal morre prensado em engavetamento na BR-364

Todas as medidas de prevenção realizadas no lixão da cidade foram sugeridas pelo Ministério Público, por meio de Termo de Ajuste de Conduta (TAC), firmado no final de maio. O Sanear juntamente com a Financial, empresa terceirizada que presta serviços ao órgão, tinham até o final deste mês para concluir os ajustes. Como os itens do TAC já foram cumpridos, o lixão de Rondonópolis agora é considerado um aterro controlado.

Pneus

Os pneus que estavam sendo armazenados no lixão de Rondonópolis vão começar a ser recolhidos nesta sexta-feira (22). A Penitenciária da Mata Grande vai proporcionar a mão de obra para que os pneus possam ser colocados em caminhões de uma empresa de reciclagem de São Paulo, que vai dar a destinação correta para o material. Cerca de 10 presos devem trabalhar no carregamento dos caminhões nesta sexta e no sábado. O SOE vai fazer o monitoramento dos detentos durante o período de trabalho.

Leia também:  Secretário confirma que Atacadão funcionava sem alvará e diz ser impossível exigir documentos de todas as empresas
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.