A professora A.M.V.S. (35) foi agredida e ameaçada pelo seu esposo, o motorista Valdemir Bispo de Souza (41) na noite desta terça-feira (12/06) no bairro Jardim São Bento. A.M.V.S. informou a Polícia Militar (PM) que sofreu as agressões depois de uma discussão com o marido.

A mulher A.M.V.S. explicou a PM que teve a discussão com seu esposo, e afirmou que Valdemir de Souza já nervoso passou a agredi-la por meio de empurrões e chineladas no rosto. A professora afirmou que seu marido a ameaçou, onde dizia que caso ela tirasse as crianças dele seria morta.

A.M.V.S. disse que tentou fugir das agressões e correu até a rua, mas Valdemir de Souza a seguiu e em seguida lhe deu uma “gravata” e reforçou as ameaças. De acordo com a PM, os vizinhos começaram a sair devido aos pedidos de socorro de A.M.V.S., momento em que Valdemir fugiu do local.

Leia também:  Dupla amarra vítima em veículo roubado e o abandona em zona rural

A guarnição foi junto com a professora até a casa do motorista, mas ele não foi encontrado. Os policiais constataram que A.M.V.S. ficou com um inchaço na cabeça, onde ela disse que foi devido às agressões sofridas. A mulher também falou para a PM que já foi agredida outras vezes por Valdemir de Souza. O caso foi registrado no Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC).

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.