O ex-presidente paraguaio Fernando Lugo denunciou na madrugada deste domingo (24) sua deposição, afirmando que foi alvo porque tentou “ajudar a maioria pobre” do país.

“O governo está isolando o país”, disse. “Eles vão ser responsáveis pela pobreza e pelo retorno da ditadura no Paraguai.”

Lugo falou a seus partidários em discurso inesperado para cerca de 500 pessoas em frente ao prédio da TV estatal que foi criada durante seu próprio governo, e que foi transmitido.

A TV estatal “abriu o microfone” para partidários de Lugo,  que demonstraram sua frustração em relação ao que chamaram de “golpe constitucional” ocorrido no país na sexta-feira.

“Aceitei o veredicto injusto do parlamento, pela paz e pela não violência”, disse.

Leia também:  Fortes chuvas causam inundações e deixam dezenas de mortos e desaparecidos no Japão

Ele afirmou que tinha informações de que um grupo preparava atos violentos como os ocorridos em 1999, quando sete manifestantes morreram próximo ao Congresso.

“Pacificamente em 21 de abril, o processo democrático continuará com mais força”, disse Lugo. “Os companheiros de Brasil, Argentina e Uruguai estão retirando seus embaixadores”, disse.

“A ditadura não é somente militar, mas também parlamentar, do capital, do narcotráfico, da violência, e já não queremos isso.”

“A pátria nos chama a um protesto pacífico, e eu, como cidadão paraguaio, me junto aqui na rua, na praça, no campo, na cidade, não porque se trate de Lugo”, disse.

“Destituíram a democracia, a participação, não respeitaram a vontade popular, e isso é antidemocrático.”

Leia também:  Prédio residencial de quatro andares desaba na Itália deixando desaparecidos

Na noite deste sábado, o novo presidente paraguaio, Federico Franco, disse em entrevista à agência Reuters que iria pedir a ajuda de \Lugo para diminuir a tensão provocada pela troca de comando no país.

O Itamaraty anunciou na noite deste sábado (23) , por meio de nota, que convocou o embaixador do brasil no Paraguai para consultas. O país também condenou o “rito sumário” de destituição de Lugo.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.