Uma união que parecia impossível parece estar sendo arquitetada pelo deputado estadual Percival Muniz (PPS), já que no último domingo (10/06) o presidente regional do Partido da Republica (PR), deputado Wellington Fagundes e o presidente regional do PPS e pré-candidato a prefeito de Rondonópolis, Percival Muniz se reuniram para tentar um acordo que leve o PR para dentro do Movimento Mato Grosso Muito Mais.

A conversa entre os dois líderes parece ter tido efeito já que na segunda-feira (11/06) em Cuiabá, Percival já defendia a entrada do PR e do PMDB, no arco de alianças para eleger o seu milionário companheiro, Mauro Mendes (PSB), que é pré-candidato a prefeito de Cuiabá. “Ninguém está proibido de receber apoio. Isto mostra a força e competitividade do candidato do movimento. O Mauro Mendes tem todo nosso apoio”, disse Percival em entrevista ao Hipernotícias.

Leia também:  Assistência Social de Alto Taquari dá pontapé inicial em "Campanha do Cobertor"

A novidade declarada por Percival parece estar intimamente ligada ao possível acordo firmado entre Wellington e o socialista no último domingo, que tem desdobramentos para as eleições de 2014, quando Welington seria candidato ao Senado, apoiando Pedro Taques ao Governo, em contra partida, o PR abria mão da candidatura de prefeito e apoiaria Percival que teria como vice um membro do PR, já que Ananias estaria impossibilitado de concorrer ao cargo.

Para o acordo ser selado definitivamente, faltaria o aval do PMDB, que aguarda  o resultado de uma pesquisa qualitativa encomendada em nome do Fórum Suprapartidário para definir quem deve ser o candidato, do grupo. O resultado da pesquisa deve ser apresentado ao Fórum dentro de dez dias.

Leia também:  Galli pode aderir ao PEN e mudar quadro do PSC em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.